Total de visualizações de página

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

QUEM É VOCÊ?



Quem é Você?



Quem foi você
que passou por mim
e  me deu "bom dia"
sem ver o meu rosto!
Passos apressados
determinados
para chegar ao trabalho
suponho...
Ainda absorta
só pensando em mim
sem ver, respondí!
Quem é você
que não ví o rosto
e sem me olhar
e sem me sorrir
deixou um sorriso 
dentro de mim?
Certamente é um anjo:
 conhece A Palavra
e sabe
 que um simples "bom dia"
faz a diferença
num dia incerto
.que mal começou
no interior 
do meu deserto...
 
IreneDuarte



sábado, 22 de setembro de 2012

Stand By me



Fique Comigo Ben E. King

"Quando a noite tiver chegado

 E a terra estiver escura,
 E a lua for a única luz que veremos,
 Não, eu não terei medo.
 Não, eu não terei medo 
Desde que você fique.
 Fique comigo"...


Cantores de rua de vários paises e música alegre para curtir neste final de semana. Mais de 44 milhões de visualizações, um dos vídeos mais interessantes que já ví.
Excelente fim de semana para todos.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

A Modelo e o pintor - Irene Duarte

  
A Modelo e o Pintor



 O desgaste do tempo
não destruiu seus sonhos
E leal a si mesma
 se fez diva por instantes
Da paleta multicor
o artista traduz os seus desejos
de beleza e de amor
E num momento de  magia
ela se sente resvalar da tela
como se fosse uma deusa
vestida para o divino  baile
com o seu pintor

Iduarth
 

Postado em Desafio Semanal 50 - Casa da Poesia


Grata pela visita

sábado, 15 de setembro de 2012

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

ANJO - ROUPA NOVA



Sofisticando  minha postagem,
porque hoje é sábado:

Angel's New Clothes


If you see too many stars
Remember that a dream does not turn back
Gets close and says "Angel"
If you feel your body necklace
Release your fear slowly
Gets close and says "Angel"
Much closer and says "Angel"
If something crazy
Get out of your eyes
Be silent
Let the love begin
Why would such a hurry to get
If I know the way and the place
If I know the way and the place


- @ -


ANJO
 
Se você vê estrelas demais
Lembre que um sonho não volta atrás

 Chega perto e diz "Anjo"
 Se você sente o corpo colar 
Solte o seu medo bem devagar 
Chega perto e diz "Anjo" 
Bem mais perto e diz "Anjo" 
Se uma coisa louca
Sai do seu olhar 
Fique em silêncio
 Deixa o amor entrar 
Pra que tanta pressa de chegar 
Se eu sei o jeito e o lugar 
Se eu sei o jeito e o lugar

Labirintite




Labirintite,
 me dá sensação de morte
já morrí diversas vezes
e reviví outras tantas
Faz retirar-me da vida
e flutuando no nada
me deixa inconsciente
bem distante do passado
e ausente do presente
            

Na mente dantes, trombadas;
de pedaços de pessoas
de partes desencontradas
de coisas incoerentes.
 É uma mistura macabra
de mentiras e verdades
invadindo o consciente.
Labirintite
você me dá a dimensão
verdadeira desta vida
de amigos, de pessoas
de animais, da  natureza
de toda a limitação
do meu ser fragilizado.
Essa sensação de morte
que sempre me surpreende
e insiste e demora...
qualquer dia, qualquer hora
vai me levar para sempre...

IreneDuarte

"Não há doente mais incurável 
do que aquele que não reconhece a sua doença."
( Santo Agostinho )

    

                                                       

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

CONFISSÃO



Confissão

 Perdoa -me a presunção
de me sentir tua musa
e sem pedir permissão
entro no teu poema
nesta partitura muda
que o teu piano ecoa
Dos teus dedos de poeta
com amor ilimitado,
saem e voam pelo etéreo
as palavras melodia
e chegam ao coração
elegantes e sentidas
vestidas de mil amores
IreneDuarte

  Blog 01
  http://iduarth.blogspot.com/



quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A verdadeira Amizade

 

" Dizem que amigos verdadeiros podem passar longos períodos sem se falar e jamais questionar essa amizade. Quando eles se encontram, independente do tempo e da distância, parece que se viram ontem e nunca guardam mágoas ou rancor. Entendem que a vida é corrida, mas que você os amará para sempre".

 http://www.scrapamagcia.blogspot.com

Noite tempestuosa


O céu das opacas sombras abafado,
Tornando mais medonha a noite feia,
Mugindo sobre as rochas, que salteia,
O mar em crespos montes levantado;

Desfeito em furações o vento irado;
Pelos ares zunindo a solta areia;
O pássaro nocturno que vozeia
No agoireiro ciprestes além pousado;

Formam quadro terrível, mas aceito,
Mas grato aos olhos meus, gratos à fereza
Do ciúme e saudade, a que ando afeito.

Quer no horror igualar-me a Natureza;
Porém cansa-se em vão, que no meu peito
Há mais escuridão, há mais tristeza.
Bocage


 ............................................................................

 Blog  01


 
FACEBOOK:

Irene Duarte Iduarth

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

TudoVerde - Iduarth: As Faces do Tempo

As Faces do Tempo




As Faces do Tempo
(revisto e atualizado)
 

sábado, 1 de setembro de 2012

Porque hoje é sábado... ENCONTRO




Encontrei em mim 
o repouso que não tive
e sinto a calma que procurei
durante estes breves dias
porque você veio
e disse as palavras 
que me transformaram
na paz que sou agora

irene duarte